Buscar
  • Cellera

4 dicas para advogados usarem melhor o LinkedIn como plataforma de Branded Content



Se a sua sociedade de advogados está avaliando começar a investir em marketing jurídico, se você já leu algo sobre marketing digital e ainda não sabe bem a diferença deste para o marketing de conteúdo, se tem dúvidas quanto ao formato do conteúdo jurídico que deve produzir ou até se já produz conteúdo, mas gostaria de incrementar suas estratégias para clientes e prospects empresariais, o LinkedIn não pode ser deixado de fora.

Por que o Branded Content B2B é importante para advogados?

O Marketing de Conteúdo Jurídico não é prática nova. Ele envolve o planejamento, a criação e distribuição de materiais que possam ser interessantes e úteis para um público-alvo específico. Isso sem promover diretamente os serviços com publicidade, até porque este segmento da comunicação encontra serveras restrições no Código de Ética da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB).

Assim, as organizações jurídicas sempre recorreram à produção de Branded Content para desenvolver reputação de marca (brand awareness), credibilidade e relacionamento com os clientes em potencial que desejam atingir. A novidade é a criação de canais digitais para a distribuição de conteúdo jurídico a partir de uma estratégia industrial, como se fosse uma organização de mídia.

Para o caso de um público-alvo empresarial, ou seja, em uma estratégia de produção de conteúdo B2B, o objetivo é ajudar executivos a resolverem problemas que encontram no dia-a-dia de seus negócios, a fazer melhor o seu trabalho, ao mesmo tempo que os direcionam para a sua solução e a sua marca.

Por isso, estratégias de Marketing de Conteúdo Jurídico são como maratona, não como corrida de 100 metros, devendo o Branded Content ser integrado a uma estratégia mais completa de Brand Publishing. Quando isso é feito, trata-se de uma abordagem capaz de gerar resultados sólidos e duradouros.

De acordo com a última pesquisa B2B Content Marketing, conduzida pelo Content Marketing Institute e o MarketingProfs com 2 mil profissionais de marketing da América do Norte, 93% dos mais bem sucedidos que atuam B2B afirmaram que suas organizações estão extremamente ou muito comprometidas com o Branded Content, percentual que cai para 35% entre os menos bem sucedidos.

Por que o LinkedIn e não o Facebook?

Em um ambiente de negócios saturado pela oferta de serviços, produtos e informação a disputar a atenção dos consumidores, uma estratégia digital é mandatória para o sucesso da sua sociedade de advogados. Mas note que cada plataforma tem características próprias e, portanto, demanda conteúdos diferentes. O LinkedIn pode ser muito útil para o B2B, mas nem tão recomendado para estratégias B2C, em que, a princípio, o Facebook seria mais indicado. É fundamental planejar sob medida.

Para um planejamento que permita ir além do Branded Content, de olho no Brand Publishing, ao menos seis elementos precisam ser levados em consideração: definição de público-alvo, mapeamento da concorrência, estabelecimento de objetivos, controle de resultados, identificação do caminho percorrido pelo consumidor e criação de relacionamento.

Veja quatro dicas principais de práticas:

#1

Definir claramente os objetivos deve ser uma prática central de qualquer estratégia de Branded Content B2B. Objetivos que costumam ser definidos para as páginas de sociedades de advogados no LinkedIn são:

  • Aumentar o número de seguidores da página

  • Expandir o alcance do Branded Content

  • Aumentar o brand awareness (reputação da sua marca)

  • Direcionar tráfego para o seu site

#2

Documentar tudo. Segundo a pesquisa B2B Content Marketing, do Content Marketing Institute e do MarketingProfs, 65% das organizações mais bem sucedidas possuem uma estratégia muito bem documentada de Branded Content, contra apenas 14% das menos bem sucedidas. Um passo crucial é permitir acesso a cada passo da estratégia a todos os envolvidos na sua implementação.

Muito importante dizer que isso inclui usar ferramentas e plataformas que não deixem a organização dependente de apenas um profissional interno ou de fornecedores externos ou ainda de tecnologias que demandem investimentos insustentáveis para a organização.

#3

Ser consistente e manter uma periodicidade na publicação do conteúdo é fundamental. O LinkedIn observa que páginas que postam ao menos uma vez por semana conseguem obter 2x mais engajamento em seus conteúdos. Para manter uma periodicidade assim e a consistência necessária, é muito importante planejar a produção e publicação do conteúdo em um Calendário Editorial.

#4

Integrar conteúdos multimídia é outra dica das mais importantes. Branded Content só com texto atrai muito menos do que se ele for acompanhado de boas imagens. Se forem imagens exclusivas da sociedade de advogados, então, mais ainda. A produção de recursos visuais mais elaborados, como vídeos, então, é extremamente recomendada.

De acordo com o LinkedIn, um vídeo gera 5x mais engajamento.

E não se limite por questões técnicas. O que estamos buscando com esses vídeos é retorno em credibilidade. Portanto, basta enquadrar sem deixar a câmera tremendo, encontrar um ambiente com iluminação razoável e pronto: passe o seu recado, seja no próprio escritório comentando alguma notícia que esteja repercutindo, seja participando de um evento ou até circulando pelo Fórum.

#MARKETINGDECONTEÚDOJURÍDICO

#escreva

PARA CONHECER NOSSA PROPOSTA DE VALOR

  • LinkedIn - White Circle

© Desde 2001 - Cellera Comunicações Ltda